Inadimplência no ensino superior cresce 29,9%

Desistência dos alunos, temporária ou definitiva atingiu 10,1%, um aumento de 14,7% em comparação ao ano passado

Os impactos econômicos e sociais provocados pela pandemia de Covid-19, afetaram diretamente o aumento da taxa de inadimplência em faculdades e universidades. E além dos atrasos de pagamento, o número de trancamentos de matriculas também cresceu.                                

Segundo a Pesquisa Cenário Econômico Atual das Instituições de Ensino Superior Privadas, a taxa de desistências das faculdades no Brasil chegou a 11%, valor 29,9% maior que no mesmo período de 2019. Isso demonstra que 565 mil alunos ficaram inadimplentes, 109 mil a mais que no ano passado.

Esse aumento causa muitos impactos para as instituições, então em tempos de crise e com o aumento do número de inadimplentes, contar com um parceiro especializado para resolver esse problema é a melhor opção.

A debitto garante uma cobrança amigável colocando-se à disposição para ouvir e entender o caso de cada aluno. Seu dinheiro de volta sem maiores problemas! Para saber mais, acesse: www.debitto.com.br.

O auxílio emergencial está sendo utilizado para quitar dívidas

A pandemia causada pelo novo coronavírus, ocasionou uma grande crise para todo o país. Muitas pessoas perderam seus empregos, e tiveram suas rendas impactadas de diferentes formas. Com isso, a taxa de inadimplência saltou em diversas empresas.

Mas em contra partida, enquanto o endividamento das famílias cresceu em nível recorde em agosto, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), um levantamento realizado pelo setor aponta que o brasileiro tem buscado quitar suas dívidas no mesmo período.

O que explica isso: o auxílio emergencial. Boa parte dos brasileiros endividados que tiveram acesso ao programa de apoio do governo utilizaram o valor recebido para quitar suas dívidas antigas e, assim, voltar a ter acesso ao crédito.

Então, esse pode ser um momento propício para as empresas acionarem seus clientes devedores, já que a chance de recebimento pode ser maior. E assim, recuperar o dinheiro dos seus títulos e reverter os impactos causados pelo atraso desses pagamentos.

Mas antes de começar com as cobranças, é necessário entender todas as técnicas que envolvem essa prática. Para atingir bons resultados e evitar possíveis problemas, é preciso investir em uma equipe experiente e qualificada.  

A debitto pode ser uma boa solução para as empresas que buscam uma solução em cobrança assertiva e amigável. Para conhecer todas as soluções, acesse: www.debitto.com.br.

Cuidados ao cobrar seu cliente

Se você está sofrendo com as consequências dos atrasos de pagamento, confira neste artigo alguns cuidados que você precisa ter para não comprometer sua estratégia de cobrança

Cobrar seus devedores é totalmente normal, e não deve ser motivo de constrangimento para nenhuma das partes. Por isso, é necessário atenção e cuidado ao acionar seus consumidores. Entrar em contato em tom arrogante ou colocar medo no seu cliente, não é nada inteligente. Pode até ser que ele pague o débito por se sentir pressionado, mas nunca mais irá querer voltar para sua empresa.

Existem técnicas de cobrança que precisam ser seguidas para atingir melhores resultados. Confira quais cuidados você deve ter ao acionar seu devedor:

  • Seja gentil ao fazer a cobrança

Ao entrar em contato com um cliente, é importante ser atencioso, gentil e educado. Procure conversar com ele em um tom agradável, e mostre que você deseja iniciar a negociação de forma amigável, sem transtornos para nenhuma das partes.

  • Entenda o motivo do atraso de pagamento

Converse com seu consumidor, e tente entender a causa do atraso. É importante que você mostre para seu cliente que você não está só cobrando, mas também ajudando na solução do problema. Às vezes, o que levou o não pagamento do cliente, pode ser insatisfação com os serviços ou produtos com defeitos. É uma maneira de receber um feedback do seu cliente.                                                                                                                        

  • Saiba negociar

Procure saber como está a situação do cliente antes de iniciar a negociação. Tente sempre receber o máximo possível dentro do menor prazo. E se possível, tente facilitar as formas de pagamento, oferecendo mais meios de quitação da dívida. Você pode, por exemplo, enviar os boletos bancários por e-mail, aceitar cartões de crédito de mais bandeiras, promover o pagamento em débito e em cheque.

  • Treine a equipe

Para conseguir colocar todas essas dicas em pratica, é importante separar profissionais e treinar a equipe para essa tarefa. Esses funcionários precisam saber até mesmo o Código de Defesa do Consumidor. Isso evitará possíveis problemas com a justiça, pois o CDC proíbe abordagens com excesso de cobranças e ameaças. Através disso, o seu colaborador saberá como a empresa poderá trabalhar sem perder.

Como nós vimos, a cobrança precisa ser realizada seguindo alguns cuidados. Caso precise de ajuda de uma empresa especializada nesse serviço, acesse: www.debitto.com.br.

Cobrança Humanizada

Ao contrário do que muitas empresas praticam, o bom atendimento e relacionamento com o consumidor não devem ser mantidos somente no setor de vendas. O contato do pós-venda, seja para cobrança ou não, também é muito importante para conquistar e fidelizar o cliente.

Por conta do avanço da tecnologia, os processos de cobrança estão cada vez mais automáticos. É claro que essas ferramentas trazem muitas vantagens, mas se utilizadas de forma errada, podem causar um grande distanciamento entre o cliente e a empresa.

A utilização de tecnologias para facilitar o processo de contatos é muito importante, porém é necessário que essas interações automáticas proporcionem o mesmo efeito de um contato humano.

As pessoas gostam de marcas que dialogam com elas e que estão sempre próximas. Por isso, a humanização tem se tornado tão popular, ela ajuda a empresa a se conectar cada vez mais com o seu consumidor.

Tornar a cobrança menos automática e mais natural, abre portas para um maior sucesso na recuperação do débito. Para isso, elabore estratégias, separe uma equipe e treine profissionais para que seus clientes sejam acionados com extremo profissionalismo, respeito e, principalmente, empatia. 

Adotando essas estratégias no dia a dia do seu negócio, você terá clientes satisfeitos e resultados positivos. Caso precise de ajuda, conte com a debitto! Nós possuímos uma equipe que domina as melhores técnicas de contato, e entende que o seu cliente precisa ser atendido da melhor forma. Para saber mais, acesse: www.debitto.com.br.

Inadimplência em tempos de pandemia: como negociar com seus clientes?

Lidar com atrasos de pagamento sempre foi um dos grandes problemas enfrentados pelas empresas, principalmente agora em meio a pandemia do novo coronavírus. Durante esses meses de quarentena, a taxa de inadimplência atingiu uma das maiores marcas, de acordo com a pesquisa realizada pela Confederação do Comércio (CNC).

Esse problema se agrava ainda mais em médias e pequenas empresas, já que geralmente o caixa é mais apertado e depende de receitas frequentes para manter o funcionamento de todas as operações. Por isso, um bom acionamento dos clientes para dar início a uma negociação é tão importante.

Porém, fazer a cobrança nem sempre é fácil, ainda mais nesse momento que é necessário tanta compreensão, já que o cliente também pode estar sentindo os efeitos da crise causada pela pandemia. A seguir, confira algumas formas de resolver a inadimplência nesse período:

  • Mantenha contato diariamente com seus clientes

É muito importante sempre manter o contato com o cliente, para lembra-lo da data de vencimento, e também para procurar saber como está a condição dele nesse momento de crise. Assim, vocês poderão combinar como será realizado o pagamento.

  • Seja flexível com as formas de pagamento

É necessário ser flexível quanto as formas de pagamento, já que o isolamento social, devido a pandemia, fez com que muitos lugares paralisassem seus serviços, e muitas pessoas perderam seus empregos ou diminuíram sua renda. Por isso, é importante que você mostre para seu cliente que você entende a situação dele, e está disposto a facilitar os meios e datas de pagamento.

  • Organize uma equipe experiente para a cobrança

A cobrança desses títulos precisa ser realizada por profissionais qualificados para essa atividade, para conseguir atingir resultados positivos e evitar possíveis problemas que faça o cliente ter uma imagem negativa e se afaste da sua empresa.

  • Contrate uma empresa de cobranças

Fazer o acionamento de todos os clientes, demanda tempo e dedicação. Porém, nós sabemos que as atividades desenvolvidas pelos seus colaboradores, não podem parar. Então, a melhor forma de lidar com a inadimplência é terceirizando a cobrança. A empresa contratada irá saber negociar da melhor forma com seus devedores, e eles irão utilizar ferramentas para facilitar esse serviço, e assim, atingir melhores resultados.

Se você deseja uma solução simples e eficaz, acesse: www.debitto.com.br, e conheça nossos serviços! Nós realizamos as cobranças dos títulos de médias e pequenas empresas, através de tecnologia avançada e uma equipe que domina todas as técnicas dessa pratica, e sabe lidar da melhor forma com seu cliente nesse momento de pandemia.

Quais são as melhores técnicas para diminuir a inadimplência da sua empresa?

A inadimplência é um dos motivos para as empresas fecharem as portas. De acordo com o estudo Demográfico das Empresas, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 60% das empresas fecham as portas cinco anos após serem registradas.

Existem diversos motivos que levam a esse cenário. Entre eles são baixos lucros, alto endividamento, baixo nível de gestão empresarial, e claro, a inadimplência de clientes.

Uma a cada dez PMEs (Pequenas e Médias Empresas) declara ter taxa de inadimplência superior a 10%, mostra a pesquisa realizada pelo SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

A falta de pagamento não só atrapalha o dia a dia do seu negócio, como também, pode levá-lo a falência. Por isso, criamos este artigo para auxilia-lo a diminuir a inadimplência dos seus clientes.

Confira as dicas para aplicar em sua empresa:

  • Emita nota fiscal

Nunca se esqueça, ou deixe de emitir a nota fiscal, mesmo se o cliente solicitar outro tipo de acordo e peça que você não emita. A presença das notas fiscais é essencial para assegurar os recebimentos posteriores. Principalmente, se for necessário acionar uma ação judicial por conta da inadimplência.

Além de evitar o crime de sonegação fiscal e todas as complicações que isso pode trazer para a sua empresa.

  • Procure comunicar o seu cliente antes do vencimento

Quando estiver perto da data do vencimento é importante ir lembrando o cliente. Assim, ele não esquecerá da data correta de pagamento e também poderá organizar seu orçamento. Aproveite e utilize esses contatos também para aproximar o consumidor cada vez mais do seu negócio.

  • Tenha um bom relacionamento com o cliente

É preciso manter um bom relacionamento com o cliente. Além de aproxima-lo cada vez mais da sua empresa, também será muito mais fácil na recuperação da inadimplência, já que vocês terão uma comunicação clara e amigável.

  • Esteja aberto a negociações

É importante saber negociar com o cliente, e mostrar que sua empresa compreende a situação dele e está disposta a facilitar o pagamento para que ele consiga acertar o débito dentro de suas possibilidades.

  • Conte com profissionais qualificados

Para a abordagem ser mais eficiente e assertiva, é necessário que a equipe seja treinada e conheça as técnicas de cobranças. Assim as chances de recuperação serão bem maiores, e você não terá outros problemas com a imagem da sua empresa.

  • Utilize tecnologias para facilitar a cobrança

Utilize plataformas para que você realize suas cobranças de forma automática e inteligente. E também ferramentas para descobrir mais informações sobre seus clientes, como e-mail, redes sociais, telefones, endereço, renda e muito mais.

  • Terceirize as cobranças

Terceirizar a cobrança é um bom caminho para conseguir recuperar o dinheiro atrasado dos seus clientes, já que esses escritórios de cobranças contam com ferramentas e equipes qualificadas para esse serviço.

Como vimos, diminuir a taxa de inadimplência não é uma tarefa fácil. Mas aplicando essas orientações, você conseguirá diminuir as dívidas dos clientes consideravelmente. Então, agora é só seguir essas dicas e acompanhar os resultados positivos!

Precisa de ajuda para essas tarefas? A debitto será uma ótima solução! A plataforma foi desenvolvida com o objetivo de realizar as cobranças de médias e pequenas empresas, por meio de tecnologia avançada e uma equipe especializada. Contrate uma empresa que domine todos os métodos para recuperar o dinheiro dos seus títulos!

Para conhecer as soluções da debitto, acesse: www.debitto.com.br.