Inadimplência no ensino superior cresce 29,9%

Desistência dos alunos, temporária ou definitiva atingiu 10,1%, um aumento de 14,7% em comparação ao ano passado

Os impactos econômicos e sociais provocados pela pandemia de Covid-19, afetaram diretamente o aumento da taxa de inadimplência em faculdades e universidades. E além dos atrasos de pagamento, o número de trancamentos de matriculas também cresceu.                                

Segundo a Pesquisa Cenário Econômico Atual das Instituições de Ensino Superior Privadas, a taxa de desistências das faculdades no Brasil chegou a 11%, valor 29,9% maior que no mesmo período de 2019. Isso demonstra que 565 mil alunos ficaram inadimplentes, 109 mil a mais que no ano passado.

Esse aumento causa muitos impactos para as instituições, então em tempos de crise e com o aumento do número de inadimplentes, contar com um parceiro especializado para resolver esse problema é a melhor opção.

A debitto garante uma cobrança amigável colocando-se à disposição para ouvir e entender o caso de cada aluno. Seu dinheiro de volta sem maiores problemas! Para saber mais, acesse: www.debitto.com.br.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s